NOTÍCIA
26/2/2021
Fuga do aluguel é responsável por um terço dos financiamentos em 2020, aponta pesquisa
Com juros do financiamento imobiliário nas mínimas históricas e o forte aumento do IGP-M, índice que reajusta os contratos de aluguel, brasileiros ganharam empurrãozinho para a aquisição da casa própria.

Para quem estava no eterno dilema sobre comprar ou alugar um imóvel para morar, o cenário desenhado no ano passado foi o empurrão que faltava para quem já sonhava há tempos com a casa própria, de papel passado. Mais de um terço (35%) das pessoas que solicitou financiamento de imóvel no ano passado estava deixando o aluguel para trás, segundo levantamento da Credihome, plataforma digital de crédito imobiliário multibanco.

“A queda da taxa de juros foi um dos fatores que mais contribuiu com o crescimento dos financiamentos imobiliários e estimulou a migração da locação para a aquisição”, afirma Bruno Gama, presidente da Credihome, que encerrou 2020 com R$ 1,2 bilhão em financiamentos contratados, valor três vezes maior que o apurado no ano anterior.

A série histórica do levantamento da Credihome começou em maio de 2020, quando a parcela de pessoas que pediam empréstimos para comprar um imóvel para sair do aluguel estava em 13%. Em janeiro deste ano, esse percentual segue elevado e ficou em 36% do total.

Fonte: Por Weruska Goeking, Valor Investe — São Paulo
19/02/2021 06h30